Making Sense of amostra taxa de conversão em Pro Tools 10, Parte 2

Pro Tools 10 does a lot of the sample rate conversion for you behind the scenes. However, there are times when you'll need to be sample-rate savvy. Mike Watkinson demonstrates when and why in Part 2.  

Na parte 1 do presente artigo , discutimos a possibilidade de Pro Tools 10 para reproduzir arquivos de áudio com diferentes taxas de amostragem na mesma sessão, e as opções oferecidas pelo Pro Tools, quando a importação de áudio de uma sessão. Em situações de música-only (isto é, não na pós-produção), o objectivo é acabar com todo o áudio reproduzir com a mesma velocidade, o uma em que foi gravada originalmente. Em pós-produção no entanto, às vezes é necessário para alterar a velocidade do áudio para lidar com as demandas de mudança de formato de imagem em movimento, especialmente quando se deslocam de filme para vídeo ou vice-versa.


Pull-ups e pull-downs

A fim de lidar com as limitações técnicas de cada imagem formatwhen movimento é transferido de película para vídeo ou vídeo para filmits velocidade tem de ser alterado. Isto significa que o áudio precisa de ser acelerada ou retardado para combinar. Pro Tools 10 oferece a capacidade de puxar para cima ou para puxar para baixo a taxa de amostragem, a fim de alcançar este objectivo. A tabela seguinte mostra as alterações de velocidade que precisam de ter lugar quando a transferência de áudio de um formato para o outro:

table of sample rate conversions

How Pro Tools displays the speed changes required by changing frame rate

Como o Pro Tools exibe as mudanças de velocidade exigidos pela taxa de quadros mudando


Exemplo - Pull Down

Por exemplo, você foi fornecido com o som gravado no local de 48 kHz, onde a metragem do lugar foi capturado a 24 quadros por segundo (fps). Para editar em um computador as filmagens foi transferido para vídeo a 29,97 fps (NTSC adequado para broadcast). O vídeo será executado 0,1% mais lenta do que a sua fonte original (isto é, um segundo de timecode é de 0,1% mais de um segundo de tempo real) para o áudio requer puxando para baixo de outra forma seria muito rápido (no caso de importação sem ajuste).

  • In Pro Tools then, set the session sample rate to 48 kHz
  • Import the location audio to the session by using the Import Audio dialog (File > Import > Import Audio or Shift-Command-i)
  • You will be offered to either ‘Add’ or ‘Copy’ the audio; choose ‘Copy’ then tick the ‘Apply SRC’ checkbox
  • From the ‘Source Sample Rate’ drop-down menu choose 48 kHz (Pull Up/Down) and then 47, 952 - 0.1% Down (Film to NTSC)

Choosing the appropriate source sample rate

Escolhendo a taxa de amostragem adequada fonte


Pro Tools, em seguida, tratar o áudio como se a taxa de amostragem de destino da sessão é 47952 Hz; se fosse esse o caso, então 48000 amostras levaria um pouco mais de 1 segundo para reproduzir o áudio e, portanto, desacelerar de 0,1%.

O áudio resultante será 48 kHz arquivos, mas estará de volta em sincronia com o vídeo.

This image shows the effect of slowing down a 1 second file by 0.1%; note that 1 second of timecode is longer than 1 second of real time

Esta imagem mostra o efeito de retardar um ficheiro de 1 segundo de 0,1%; nota que 1 segundo de código de tempo é maior do que 1 segundo de tempo real


Qualidade de conversão

Quando você aplica taxa de conversão da amostra, desta forma, você também tem uma opção de qualidade de conversão que varia de baixo (mais rápido)

Sample rate conversion quality settings

Taxa de amostragem de qualidade configurações de conversão




Mike has been obsessed with music software since he first saw Fairlight's Page-R, and has tracked its development through his work as a performer, composer and producer. As a writer he has contributed articles to Sound On Sound since 1999, and currently writes their Apple Notes column. As well as being a certified Logic Pro and Pro Too... Read More

Discussion

Want to join the discussion?

Create an account or login to get started!