Agregando dispositivos de áudio em Mac OS X

Need more inputs or outputs than your current audio interface provides? Got 2 interfaces? Running Mac OS X? Hollin Jones explains how Audio MIDI Setup can fool your DAW into using two devices as one!  

Qualquer um que tem vindo a fazer música com Macs por mais de uma década vai lembrar os maus velhos tempos do OS9, quando streaming de áudio e MIDI entrar e sair de um computador significa depender de drivers especialmente escritas ea OMS sistema MIDI. Estes eram parafuso-ons, e junto com OS9s problemas de estabilidade inerentes ao Extensions (Eu ainda estremeço quando penso em quantas vezes Macs usado para travar em comparação aos dias de hoje), significava que você era mais ou menos à mercê de quem quer que tenha escrito os drivers para o seu dispositivo.

Isso tudo mudou com o OS X, que usa CoreAudio e quadros CoreMIDI construídas no nível do sistema. Os desenvolvedores são capazes de usar esses padrões ao fazer hardware e software, eo resultado é uma maneira infinitamente mais confiável para transferir dados. Algum tempo atrás, OS X ganhou uma habilidade bastante interessante que abordou um problema bastante comum para os músicos. Esta é a capacidade de agregar múltiplas interfaces de áudio ou conexões de hardware em um único dispositivo virtual. Então, se você tem duas interfaces de áudio, uma com duas entradas e uma com quatro, você pode conectar os dois, executar uma instalação rápida e eles aparecerão para sua DAW como um dispositivo de entrada de seis. Ele pode ser dimensionado se também, então você pode adicionar quantos dispositivos você pode conectar fisicamente. Desde DAWs normalmente só pode ver uma interface ao mesmo tempo, agregando-lhes tolos vários dispositivos em ver vários dispositivos ao mesmo tempo. Veja como ele funciona.


Passo 1

aggregate device 1


Abra o aplicativo de configuração de áudio MIDI em seu Mac e vá para a janela de dispositivos de áudio. Clique no ícone mais no canto inferior esquerdo da janela para criar um novo dispositivo agregado, em seguida, clique duas vezes em seu campo de nome e atribuir-lhe um nome.


Passo 2

aggregate device 2


Neste exemplo você verá que eu tenho dois dispositivos externos conectados, bem como Pros meus MacBook embutido em hardware de áudio e um Soundflower de dispositivo virtual de roteamento. Pelo amor de simplicitys, o que vou fazer é atribuir as duas interfaces de hardware para funcionar como um só. Então eu clique nas caixas de Uso para o XioSynth eo dispositivo Yamaha.


Passo 3

aggregate device 3

Youll aviso de que meu dispositivo agregado é agora relatar 14 prós e contras, o que é a soma dos 2/2 do XioSynth e 12/12 da Yamaha. Tenho posto o dispositivo maior Yamaha como minha fonte do relógio, e ido para o guia Xiosynths para se certificar de que está trabalhando na mesma taxa de amostragem como a Yamaha.


Passo 4

aggregate device 4

Em seguida eu abrir as preferências de áudio no meu DAW, que aqui passa a ser lógica, e definir a entrada e saída para o dispositivo de agregação.


Passo 5

aggregate device 5

Agora, quando eu criar uma faixa de áudio, que pode definir sua entrada e saída para usar qualquer um dos 14 canais disponíveis, tanto durante a criação da faixa ou do inspector canal. Estes correspondem aos doze canais na Yamaha mais os dois na XioSynth.


Passo 6

aggregate device 6

Aqui é a mesma coisa criada em Razão e você vai notar mais uma vez que existem 14 entradas e saídas disponíveis. Se você precisava de ainda mais você pode adicionar mais dispositivos ou até mesmo usar o. Built-in hardware de áudio no seu Mac, mas isso não vai oferecer a mesma qualidade de gravação como uma unidade dedicted


Hollin Jones was classically trained as a piano player but found the lure of blues and jazz too much to resist. Graduating from bands to composition then production, he relishes the chance to play anything with keys. A sometime lecturer in videographics, music production and photography post production, Hollin has been a freelance w... Read More

Discussion

Dave DeLizza
Nice tutorial, been doing this for some customers that need it. The only bummer I've found, how do you know what the inputs correspond to? There is no way to label them, correct?
Hollin
In some DAWs you can, in others not. In Cubase for example you can rename any of your ins and outs in the VST Connections window. In Reason / Logic, you can't.
Rounik
Nice work Hollin! This is an excellent and much needed tutorial for all Mac OS audio-wielding users!

I'd love to see Audio MIDI Setup allow for custom I/O names which could be read by all DAWs using Core Audio...

btw, in Logic 8 and 9 you can assign labels to input, output and bus channels. In the Mixer's local menu choose: Options > I/O Labels...

The labels you create here are global, so will be be visible for all projects (past, present and future)

:)
Rexinator
Hollin, this was an awesomely helpful post. I was aware of the I/O labeling capability in Logic, but had never heard about the Aggregate Device possibility. I've been frustrated for years by the audio interface devices that claim 12 or more inputs, but these include the SPDIF and ADAT inputs that are difficult to configure along with the basic (and limited number) of mic preamps. I have an Apogee Ensemble (with '18 inputs', only 4 of which are preamped) and an older Motu Project Mix with 8 mediocre preamps. Whenever I wanted to mic a drum kit with more than 8 mics (exceeding the capacity of the PM), I had to resort to feeding ADAT into the Ensemble. But with your enlightenment, I've set up an AD in Logic and can now see 10 more inputs from the Project Mix. I'm not sure exactly what those inputs represent as yet, but I'll figure it out and get them labeled (as per Rounik's info). Great stuff, you guys, and very much appreciated!
Stevesaxman
How do you connect multiple interfaces to your computer? For example, if I have three devices that all have FW800 connections but I only have 2 FW800 slots on my computer, what do I do? Daisy chain?

BTW, awesome stuff Hollin! I've been enjoying your articles since you joined up with MPV :-)
Hollin
Yes you could daisy chain them if your devices have enough ports, but some interfaces get a bit twitchy if you do that. Alternatives are a FW hub or an extra PCI card, if you have a tower...

Cheers!
Stevesaxman
Thanks for the fast reply!!
PDXstudio
I have a question about setting the master clock on an aggregate audio device. I have an aggregate audio device that uses 2 MOTU Travelers. Sometimes I also use an Apogee Rosetta AD 2 CH A/D(connected via TOSlink). If I use the Rosetta, it needs to be the master clock. I have wordclock cables connected as follows: Rosetta WC Out>Traveler#1 WC In. Traveler#1 WC Out>Traveler#2 WC In.

Do you know which device should be set as the clock master? I chose Traveler#1. The documentation says to chose the hardware device that is the master. However, the only options are Travelers#1 and #2 (not Rosetta). It seems to work, but I want to make sure I'm not missing anything. Thanks!

Want to join the discussion?

Create an account or login to get started!